Empresas devem repensar o Dia dos Namorados para tentar reverter crise devido à Covid-19, diz Sindilojas de Florianópolis e Região

Sindicato que representa empresários apresenta sugestões para incrementar vendas do dia 12 de junho

A pandemia da Covid-19 que atingiu o país nos últimos 90 dias transformou as datas especiais do comércio: em 2020, não comemoramos a Páscoa e o Dia das Mães foi com lojas fechadas ou funcionando com restrições. No dia 12 de junho será comemorado o Dia dos Namorados e ainda não está claro como os governos estadual e municipal lidarão com a questão do comércio, das provas de calçados, joias e bijuterias – as provas de roupas ainda estão proibidas.

Pensando nisso, o Sindilojas de Florianópolis e Região criou algumas sugestões para que os lojistas, já tão prejudicados pelo fechamento dos seus negócios devido à pandemia, possam se recuperar economicamente neste período.

Para quem estiver com o comércio aberto, fique atento às recomendações:

– Os comerciantes devem fornecer equipamento de proteção individual (EPI) – luvas, máscaras, óculos de proteção, conforme os riscos ocupacionais, aos colaboradores que seguem trabalhando;

– É preciso também observar as determinações recomendadas pelas autoridades sanitárias, como manter um distanciamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas, arejar bem os ambientes internos, disponibilizar lavatórios com sabão e toalhas descartáveis e utilizar álcool 70% para higienização – inclusive na entrada da loja e só permitir a entrada de pessoas utilizando máscaras;

– Após o pedido da Federação das CDLs de Santa Catarina, os lojistas receberam autorização do Governo do Estado para que os clientes possam provar calçados, joias, bijuterias e acessórios;

– No caso dos calçados, deverão ser protegidos por plástico filme. A cada cliente que provar, o plástico deverá ser substituído e a proteção, trocada. O mesmo ocorre com os acessórios;

– A prova de roupas dentro da loja ainda está proibida porque faz parte do conjunto de ações para conter a pandemia de coronavírus.

Importante ressaltar que todas as empresas sigam e orientem seus colaboradores e tomarem todos os cuidados recomendados.

Criatividade a favor das vendas

Para ajudar no crescimento das vendas, os lojistas podem e devem investir em vendas online, em novos produtos e nos sistemas de entregas. “Tudo o que possa facilitar a vida do cliente que está em casa, respeitando a quarentena, mas que quer fazer uma surpresa para a pessoa amada é válido. Então, vamos incentivar a criatividade”, ressalta Paulino de Melo Wagner, presidente do Sindilojas.

Assim como os restaurantes, que este ano não farão tantas reservas, mas reservarão espaço para os pedidos de jantar especiais pelo delivery, os comércios também podem repensar as vendas.

As floriculturas, que são bastante procuradas nesta época do ano, podem incrementar as vendas oferecendo, além das flores, cestas de café da manhã, bombons, vinhos, pães, minibolos ou qualquer outro mimo que façam os casais apaixonados ficarem felizes na comemoração desta data especial. “Esta data é especial para tornar até mais leve essa quarentena. Sabemos que esse vírus mudou nossas vidas”, considera o presidente.

Enviar fotos dos produtos por APPs de conversa, combinar preços, descontos, pagamentos e entregas é uma das formas de seguir vendendo apesar da Covid-19. Assim como alimentar as redes sociais da loja com produtos, promoções, preços e condições, estar disponível para essa nova realidade é essencial. Além disso, dar opções de entrega e de horários: motoboy, carros de aplicativos, drive-thru, retirada no local também farão a diferença.

Deixe uma resposta