Festival Enchefs promove etapa estadual no próximo dia 27, em Florianópolis

Cinco finalistas regionais disputam vagas para a grande final, que acontecerá em agosto, em Macapá

Apresentar a regionalidade de Santa Catarina em um prato ou um coquetel. Este é o grande desafio dos cinco finalistas que disputam no dia 27 de junho, na Faculdade Senac Florianópolis, a etapa estadual do Festival Enchefs. Os três vencedores – dois profissionais de cozinha e um de coquetelaria – avançam para a final nacional, o prêmio Dólmã, considerado o Oscar da Gastronomia Brasileira, que acontece em agosto, em Macapá. Participarão da final também candidatos da Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Piauí, Ceará e Pará.

Em Santa Catarina foram classificados: Lucas Zappelini (Criciúma), com um risoto de chocolate e cumaru, com sorbet de butiá e farofa de queijo azul; Camila Figueredo (Joinville), com mariscos na cachaça com mil folhas de batata, molho aioli de manjericão e esferas agridoce de pitaya com toque de pimenta; Maria do Nascimento Garcia (Florianópolis), com o prato Memória pelo Avesso (foto; Janaina Cássia Goelner (Joinville), com uma caipira de banana; e Carolina Feijó Schmitd (Florianópolis), com o drink Temperança.

Para a embaixadora do Festival em Santa Catarina, Janete Borges, o nível dos candidatos da edição de 2022 foi altíssimo, comprovando que o estado conta com muitos profissionais talentosos ainda não revelados. “Não é apenas elaborar um prato ou um coquetel. Tem a ver com se conectar com a cultura local, explorar ao máximo o saber e sabores, e compartilhar esse conhecimento com outros profissionais”, destaca a chef.

A expectativa para a final estadual é ainda maior, levando em consideração a complexidade dos pratos e drinks apresentados nas etapas regionais. “Todos os finalistas estão preparados e devem apresentar muito mais na etapa final, pois sabem da importância de representar Santa Catarina e mostrar seu trabalho no Prêmio Dólmã”, conclui Janete.

“Os candidatos apresentaram criações bem variadas com os produtos catarinenses na etapa regional. A criatividade, inovação e técnicas aplicadas chamaram a atenção. Percebe-se que ali há estudo, pesquisa e prática, componentes que fazem parte do dia a dia do profissional de cozinha e da coquetelaria. A final certamente será surpreendente, estamos ansiosos para ver os usos e técnicas que serão aplicadas, respeitando e valorizando a sociobiodiversidade do território catarinense”, pontua Nathália Bernardinetti, Analista de Projetos Educacionais do Senac SC, responsável pelo Observatório da Gastronomia.

CONHEÇA OS FINALISTAS:

LUCAS ZAPPELINI – tem 27 anos, natural de Criciúma. Cozinha desde os 12. Iniciou na gastronomia em Portugal e em 2021 abriu seu próprio restaurante em Criciúma, o Coffee Brain.

CAMILA FIGUEREDO – natural de São Paulo, mora em Santa Catarina há 4 anos. Formada em gastronomia, marcou passagem pelo renomado D.O.M., do chef Alex Atala.

MARIA DO NASCIMENTO GARCIA – bacharel em Gastronomia, hoje é professora de Cozinha Oriental. Tem experiência na área de Gastronomia com ênfase em turismo e cozinha asiática. É chef executiva do Jun Kappo Sushi.

JANAINA CÁSSIA GOELNER – natural de Chapecó, é estudante de nutrição. Divide seu tempo entre comidas e drinks, no restaurante do esposo, na cidade de Luiz Alves.

CAROLINA FEIJÓ SCHMITD – tem 30 anos, natural de Irani, e atua como bartender há mais de 2 anos na região da Costa Esmeralda, no litoral catarinense.

APOIADORES:

Além do Senac SC, são apoiadores do Enchefs: Observatório da Gastronomia Senac SC, Camila Gallo Comunicação e Amplocom Comunicação, Urban TV Brasil, Florianópolis e Região Convention & Visitors Bureau, e Sebrae.

Previous Post
Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *