Festival SGB terá mais de 50 palestrantes nacionais e internacionais

Maior evento de tecnologia e dados para impacto social do país será 100% online e gratuito 

Com cinco dias de programação, mais de 20 horas de conteúdo, atrações culturais e mais de 50 palestrantes nacionais e internacionais, o Festival SGB chega à 10ª edição, já impactou 12 mil pessoas e se consolida como o maior evento de tecnologia e dados para impacto social do país. Neste ano, o evento convida para um “mergulho nas profundezas das conversas que importam”, com debates inspiradores que precisamos ter como sociedade e reflexões sobre o mundo que estamos criando e qual é o nosso papel nele. O festival será online, entre os dias 26 e 30 de outubro, e as inscrições gratuitas estão abertas pelo site

O encontro é realizado anualmente e a primeira edição, em 2012, foi também quando surgiu a organização Social Good Brasil. Desde o início, a atuação e os projetos da ONG foram se transformando, mas a essência continua a mesma: estimular o uso consciente da tecnologia, agora também dos dados, para resolver problemas sociais. 

Entre os palestrantes internacionais confirmados para a 10ª edição estão alguns destaques de outros anos, como Andrew Means, Diretor Senior da Salesforce Global e fundador da maior rede de profissionais de dados no setor social, a Data Analysts for Social Good, Henry Timms, Presidente e CEO do Lincoln Center e um dos fundadores do #GivingTuesday, um movimento filantrópico global que envolve pessoas de quase 100 países e já gerou centenas de milhões de dólares para boas causas, e os autores best sellers Beth Kanter, reconhecida internacionalmente quando o tema é transformação digital e bem-estar no local de trabalho para organizações fins lucrativos, e Simon Mainwaring, fundador e CEO da consultoria estratégica We First e autor de We First: How Brands and Consumers Use Social Media to Build a Better World.

Já entre os estreantes está Jake Porway, cofundador da Data Kind, que utiliza o poder da ciência de dados a serviço da humanidade. Porway já foi cientista de dados do laboratório de pesquisa do New York Times e colaborou com grupos como NASA e Google.

Na lista de palestrantes nacionais estão profissionais reconhecidos em suas áreas, como Daniela Arrais, jornalista e sócia-fundadora da Contente, Alan Soares, fundador do Movimento Black Money, Liliane Tie, Community Builder e iniciadora da Women in Blockchain Brasil, Fernanda Campagnucci, diretora-executiva da Open Knowledge Brasil, Rodrigo Borges, cofundador da Escola do Vazio e Clube do Diálogo, entre outros. A lista completa dos palestrantes confirmados está no site do Festival

“A diversidade de palestrantes mostra que o evento é para várias pessoas, de estudantes a empreendedores, passando por colaboradores de empresas, cientistas de dados, investidores sociais e gestores públicos, ou até mesmo curiosos que gostam de se inspirar e aprender. É sempre gratificante quando conseguimos ‘furar a bolha’ e levar o Festival SGB para um público novo, de diferentes lugares do país”, diz Silvia Luz, diretora-executiva da organização. 

O evento também terá interpretação simultânea de Libras, além de tradução dos painéis com convidados internacionais. 

Apoios e Parcerias

O Festival SGB é um evento realizado pelo Social Good Brasil, que tem apoio dos Parceiros Masters Fundação Telefônica Vivo e Engie Brasil. O evento é, também, realizado pelo Ministério do Turismo e Governo Federal, por meio da Lei de Incentivo à Cultura e conta com apoio do Mercado Livre e SulAmérica.

Festival SGB

Quando: 26 a 30 de outubro de 2021

Quanto: gratuito e online

http://www.sgb.org.br/festival

Sobre o Social Good Brasil

O Social Good Brasil é uma organização da sociedade civil (OSCIP) de Florianópolis, berço do ecossistema de tecnologia e inovação brasileiro. O SGB surgiu em 2012 a partir de uma parceria com a Fundação das Nações Unidas, que lidera o +Social Good no mundo, sendo pioneiro ao trazer para o país tendências mundiais, como o uso de tecnologia e dados para gerar impacto positivo.

Em 2021, tem o propósito de levar uma metodologia inovadora e exclusiva de educação em dados para pessoas de todo o Brasil, tornando acessível um idioma essencial para o mundo digital e para o futuro do trabalho. O SGB acredita que o ser humano é o centro de todas as transformações e quer formar novos exploradores desse oceano de dados, preparados para lidar com os desafios urgentes do mundo.

Crédito: José Somensi

Previous Post
Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *