Publicado por 6:25 pm Música

TUM Festival vence edital nacional de inovação com proposta de unir música e sustentabilidade

Projeto catarinense foi um dos seis brasileiros selecionados pelo edital Cultura Circular, criado pelo British Council com apoio do Oi Futuro

O TUM Festival, mais importante festival e conferência de música, negócios e economia criativa de Santa Catarina, foi um dos seis projetos do país selecionados pelo edital Cultura Circular, criado pelo British Council com apoio do Oi Futuro. O resultado foi divulgado nesta terça-feira (4). O projeto tem o objetivo de construir redes internacionais para trocas artísticas que resultem em ações com abordagem sustentável dentro da cadeia produtiva cultural.

“É com grande orgulho que recebemos a notícia da seleção para o Cultura Circular, sendo um dos seis projetos vencedores em todo o Brasil. Com isso, vamos fortalecer a conexão com festivais de todo o mundo, que colocam as urgências ambientais no centro do debate. A arte abre portas para um futuro mais inovador e, nessa conexão, os festivais selecionados se juntam a uma rede internacional de eventos comprometidos com o futuro”, destaca a produtora Ivanna Tolotti, idealizadora do TUM.

Além do festival catarinense, o Cultura Circular também selecionou o Festival Barulhinho Delas (CE), Festival Latinidades (DF), No Ar Coquetel Molotov (PE), Hacktudo (RJ) e Festival Kinobeat (RS).

Com a seleção para integrar o Cultura Circular, o TUM receberá o músico inglês  Zalon Thompson, vencedor de cinco prêmios Grammy ao lado de Amy Winehouse, e com uma carreira internacional consolidada, e a estilista Claudia Smith, uma das recentes revelações do mundo fashion britânico. Em pauta, moda sustentável e upcycling, tendência de reutilização criativa de produtos, resíduos e peças aparentemente inúteis na criação de figurinos para performances musicais e cênicas.

Um mini laboratório de costura será montado no evento, que terá ainda a participação do Programa de Extensão Ecomoda, do curso de Moda do Centro de Artes (Ceart) da Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina) e do Instituto Trama Ética, coordenados pela professora Neide Schulte.

“Essas conexões reforçam o objetivo do TUM de fomentar o ecossistema musical e de redes criativas, sendo um ponto de convergência para esses atores, não só do cenário da música como também de outras linguagens que fazem parte da chamada economia criativa”, reforça Ivanna Tolotti.


O TUM Festival, que está em sua quinta edição, ocorre entre os dias 10 e 15 de novembro, em Florianópolis. Com uma programação que inclui palestras, painéis, debates, workshops gratuitos e shows nacionais, com nomes como João Bosco, Mart’nália e Camerata, Camile Bertault e Pato Fu, além de 18 showcases de todo o Brasil. O evento tem o apoio institucional da Fundação Catarinense de Cultura, do Estado de Santa Catarina, patrocínio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, Lei de Incentivo à Cultura, Fundação Franklin Cascaes e conta com o apoio cultural da Ibagy, Floripa Airport e do Sebrae. Mais informações nas redes @tumcult e no site www.tumcult.com.br.

Crédito: Sandra Puente.

(Visited 5 times, 1 visits today)
Close