Perfis falsos utilizam hotéis e resorts renomados para aplicar golpes

O Fazzenda Park Hotel tem recebido diversas queixas de seguidores que são abordados por perfis fakes nas redes sociais.

O ambiente virtual tem se tornado cada vez mais comum para perfis hoteleiros fazerem contato com seus clientes e hóspedes. Mas junto com as vantagens de se estabelecer um bom vínculo com seus hóspedes na rede, vem as desvantagens que o meio online pode proporcionar, já que o número de perfis falsos usando o nome de grandes hotéis têm crescido cada vez mais. Essa tática é usada para conseguir dados financeiros de forma fácil e aplicar golpes nos usuários das redes. Entre outubro e novembro de 2020, o Facebook retirou do ar 1,3 bilhão de contas fakes da rede.

O Fazzenda Park Hotel, reconhecido por ser um dos maiores hotéis fazenda do país, tem sofrido diariamente com reclamações de seguidores que encontram ou são contatados por algum desses perfis fakes. “Recebemos de muitos clientes a informação de que perfis falsos estão usando o Fazzenda para aplicar golpes. Sempre alertamos nossos hóspedes sobre qual é nosso verdadeiro perfil e como nos achar nas redes sociais de forma oficial. Inclusive, lançamos no final de janeiro nosso novo site, que disponibiliza um link direto ao nosso Instagram, redirecionando os visitantes ao perfil verdadeiro, protegendo nossa rede de clientes”, relata Antonio Coradini, gerente comercial do Fazzenda.

Como identificar e o que fazer contra contas falsas?

Existem algumas formas de identificar perfis falsos nas redes sociais. O primeiro passo é identificar o nome da conta. Usando o Fazzenda Park Hotel como exemplo, a conta oficial possui dois z’s (@fazzendaparkhotel) e em sua bio tem todos os dados com os contatos diretos com o resort. Essa técnica é bastante eficaz, já que o Instagram não autoriza duas contas com o mesmo “arroba”. Ainda nessa área, underlines, pontos e travessões costumam ser bastante suspeitos, já que empresas usam os nomes inteiros, sem muitos caracteres diferenciados.

Outro ponto a ser observado é a quantidade de seguidores. Normalmente, páginas fakes possuem poucos seguidores em relação a conta oficial. As falsas têm, em média, entre 500 a mil seguidores. O Fazzenda possui hoje 189 mil seguidores em sua conta oficial. E assim como a falta de seguidores pode tornar a conta suspeita, ficar de olho nas curtidas e comentários também é importante e pode ser um sinal de que aquele perfil é administrado por golpistas.

Pesquisar o nome da empresa no Google é outra forma de descobrir mais sobre as redes sociais dela. O site oficial do hotel normalmente tem o link direto das redes sociais e, assim, poderá ser conferido se o perfil que entrou em contato com o seguidor é verdadeiro ou falso.

Após identificar que a conta é falsa, a primeira coisa a ser feita é denunciar o perfil diretamente pela rede. Em alguns dias, após uma verificação, a conta será banida da plataforma. Caso o banimento não aconteça, a melhor opção é avisar a empresa do que está acontecendo. Assim sendo, o hotel deverá recorrer a um boletim de ocorrência.

Crédito: Divulgação/Fazzenda Park Hotel

Previous Post
Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *