Publicado por 10:02 pm LifeStyle

Refúgio no centro de Florianópolis, empreendimento terá jardim suspenso com vegetação nativa da Mata Atlântica

D/Yard, lançamento da Dimas Construções, tem projeto paisagístico assinado pelo paisagista e botânico Ricardo Cardim. Ele participa de talk show em Florianópolis neste sábado (12) 

Um refúgio no centro de Florianópolis. Esta é a proposta do novo projeto da Dimas Construções, o D/Yard, localizado numa das áreas mais nobres e tradicionais da Capital. Integrado à natureza, o empreendimento foi pensado como um espaço de descompressão em meio à rotina frenética e hiperconectada desses tempos: tem jardins verticais na fachada e um rooftop de tirar o fôlego – com jardim suspenso com plantas nativas e vista para a Baía Norte.

O projeto paisagístico é assinado pelo botânico e paisagista Ricardo Cardim, mestre em Botânica pela Universidade de São Paulo e diretor da Cardim Arquitetura Paisagística. A cobertura idealizada por ele traz uma vegetação densa, com árvores e grandes arbustos, todos nativos da Mata Atlântica.

“Não é somente bonita e agradável: vai trazer um conforto térmico e também é funcional. Esse tipo de projeto ajuda a melhorar os ecossistemas e a cidade. É o que a gente chama de paisagismo multifuncional do século XXI, que vem sendo feito em grandes centros de inovação, mas ainda é raro no Brasil”, diz o paisagista.

Cardim participa, neste sábado (12), às 15h30, do talk show gratuito “Paisagismo: o luxo está na brasilidade!”, no Complexo Oswaldo Cabral, na Rua Esteves Júnior, próximo ao empreendimento. As inscrições para a conversa, que será comandada pela jornalista Simone Bobsin, são gratuitas e podem ser feitas pelo Sympla. O evento terá ainda uma série de atividades abertas à comunidade, como aula de Yoga com Sabrina Baby, teatro infantil e mais. 

Valorização de espécies nativas

O Brasil é o país mais rico em espécies de plantas no planeta, com mais de 50 mil espécies. Porém, a vegetação nativa ainda é pouco aplicada nas áreas verdes construídas: hoje, cerca de 90% das plantas utilizadas no paisagismo e arborização são de origem estrangeira. Isso causa uma série de problemas culturais e ambientais – a predileção por plantas estrangeiras gera falta de alimentos para animais, afeta nichos ecológicos e pode até exigir um consumo de água além do necessário.

“As cidades cresceram muito rápido, não foram planejadas e não consideraram a biodiversidade nativa. E ainda existe esse pensamento antiquado de que apenas o importado é chique. O trabalho do século XXI é desconstruir essas cidades e reformá-las no sentido de harmonizar a vida moderna, com todas as tecnologias e confortos, com a natureza incrível que nós herdamos no território”, defende Cardim. 

Apartamentos do D/Yard podem ser adaptados para pessoas com mobilidade reduzida

Os detalhes chamam atenção no projeto do D/Yard. A piscina, por exemplo, tem formato orgânico, como um lago estilizado, trazendo uma atmosfera bucólica

“A gente quis filtrar a atmosfera urbana do empreendimento. Por isso, envolvemos o prédio em verde, para que o vento se tornasse brisa. O pedestre, ao entrar no prédio, passa por um espelho d´água que faz a transição entre o agito urbano e a tranquilidade, de forma que podemos perceber a mudança de atmosfera já na entrada. A ideia era criar uma ilha de tranquilidade”, diz o arquiteto Felipe Schneider, da Schneider Martins, responsável pelo conceito do empreendimento.

A fachada tem tijolinhos à vista – numa referência a residências térreas. A paleta de cores traz aconchego e uma sofisticação minimalista. Já o mobiliário leva assinatura de talentos da nova geração do design contemporâneo, como o gaúcho Guilherme Wentz, premiado no  Museu da Casa Brasileira e iF Design Award. 

Os apartamentos são senior friendly e podem ser adaptados para pessoas com mobilidade reduzida, sem custo adicional para o morador. Além disso, o empreendimento também tem avaliação máxima na Certificação Fitwel, uma das mais importantes e respeitadas do mundo quando se fala em construções voltadas para o bem estar. A Dimas é pioneira no tema: o primeiro edifício de Santa Catarina a receber a certificação foi o D/Mys Home Design, no Estreito. 

“Nesse empreendimento levamos ao extremo a preocupação em oferecer aos moradores soluções associadas à qualidade de vida. O projeto incorpora conceitos contemporâneos da arquitetura, como o da biofilia (que pode ser traduzido como o amor pelas coisas vivas), que reflete a necessidade do homem manter proximidade com a natureza mesmo em um espaço urbano”, diz Daniel Dimas, Diretor da Dimas Construções.

Lançamento D/Yard Home Design

Dia 12 de março (sábado), a partir das 8h30
Complexo Oswaldo Cabral – R. Esteves Júnior, 546, Centro, Florianópolis

Inscrições gratuitas pelo Sympla

(Visited 1 times, 1 visits today)
Close